Dente de Leite

babyteeth 2Os grandes significados residem, às vezes, nos pequenos detalhes. O título desta singela estreia em longas-metragens da diretora australiana Shannon Murphy não está no singular (o que passou despercebido pelo tradutor brasileiro: “Dente de Leite” foi exibido na 43a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e ganhou o prêmio de melhor ficção na competição de novos diretores).

O plural baby teeth (dentes de leite) traz à história ressonâncias alegóricas para além da dimensão rigorosamente individual, singular e privada em que o filme se nos apresenta, com atmosfera praticamente claustrofóbica, a partir de uma família quase hermeticamente nuclear e idiossincrática ao ponto do constrangimento (atributo típico, aliás, de um cinema dito indie).

babyteeth 3A imagem da praia, com a vastidão oceânica do céu e a vastidão cósmica do oceano, é um motivo estruturador que também contribui para a proposta de alcance mais elevado do filme, o que se revela explicitamente na fala da jovem protagonista, desejosa em “fazer parte” do céu. Nesse mesmo momento, quase sentimos o nascimento da consciência, em seus pais, daquela dor cósmica que perfaz a beleza e o horror da condição do ser-estar no mundo, com os Outros (principalmente com os entes queridos).

É a própria consciência do trágico, impondo limites e resultados inesperados ao desejo e à ação. Mas aqui, ao invés de deuses caprichosos que subjugam o ser, temos uma natureza implacável, surda a sacrifícios. A morte é inquestionável. Dentes de leite (sim, todos eles, no plural) caem, mais cedo ou mais tarde – podem demorar, mas ainda assim são irremediavelmente efêmeros.

babyteeth 1O trágico e o alegórico compõem a alma deste longa, roteirizado por Rita Kalnejais a partir, não por acaso, de uma peça teatral sua. Como no teatro, ação e personagens são rigorosamente centrípetos. Mas os sentidos que emanam são centrífugos. Enfim, dentes de leite são transitórios. Morrem, mas abrem espaço aos “permanentes”. Esse aspecto da significação (mais um pequeno grande detalhe) o filme deixa sugestiva e encantadoramente em aberto. Como a vida.